terça-feira, 15 de janeiro de 2013

PALMITO



O palmito é um alimento de baixas calorias e rico em potássio, substância que ajuda a manter controlada a pressão arterial, além de ajudar contra a retenção de líquidos. Para obter os benefícios do nutriente, o palmito deve ser fervido durante 15 minutos para eliminar a alta concentração de sódio (prejudicial para o coração e circulação sanguínea), pois é encontrado para consumo em conserva. Por ser rico em fibras o palmito contribui para um excelente funcionamento do intestino. Além disso, é rico em cálcio e ferro, importantes para a formação dos tecidos e para a manutenção dos ossos. É importante salientar que a falta de higiene em embalagens de palmito ou no próprio manuseio pode contaminar o vegetal com uma bactéria chamada Costridium botulinum (botulismo). Uma das características da doença é o comprometimento neurológico, podendo levar à morte.

Como Escolher

Entre aqueles vendidos em lata e em vidros, escolha o segundo: a aparência do produto e da água onde está conservado ajudam a escolher o melhor palmito.
Dispense embalagens que contenham palmito escuro ou coloração rosada ou ainda água esbranquiçada. Isso sugere a presença de  substâncias nocivas à saúde. Também dispense os palmitos que flutuam no vidro: isso é sinal de que estão ficando duros pela falta de oxigenação.


Como Conservar
Vidros de palmito em conserva devem ser guardados em ambiente seco, fresco e sem luz direta. Depois de aberto o frasco, os palmitos devem ser conservados na geladeira, na própria salmoura.

Dicas de Preparo
É recomendado ferver os palmitos antes de utilizá-los em alguma receita, para evitar riscos de botulismo, uma grave intoxicação alimentar causada por uma bactéria que se desenvolve em ambientes sem oxigênio — como é o caso dos vidros e latas de conserva.
O palmito pupunha pode ser adquirido fresco e servido grelhado ou assado.

Ideias para Servir
Com o palmito enlatado, é possível preparar diversos pratos, como a deliciosa e caseira torta de palmito, recheada com o vegetal refogado. O pupunha fresco, no entanto, permite pratos com mais charme. É possível recheá-lo com legumes ou queijos e servi-lo como uma espécie de canelone, mais leve e suave do que a versão preparada com massa. Também fica delicioso grelhado, regado com azeite e polvilhado de sal, para servir de acompanhamento de carnes.


Um comentário:

  1. Oii! Então ferve-lo por 15 minutos tira o sódio e o risco dessa bactéria né? E quanto a azeitona, tem alguma forma de diminuir o sódio?

    ResponderExcluir